Centro de Inovação do Cacau

logotipo

Em um cenário marcado por oportunidades na cadeia de valor, o Centro de Inovação do Cacau (CIC) surge como elemento estratégico na valorização efetiva da amêndoa e do chocolate brasileiros.

Com a missão de construir, consolidar e difundir conhecimento sobre o cacau e o chocolate de qualidade, com foco na melhora da produtividade, qualidade e rastreabilidade das amêndoas, o CIC   atuará em duas frentes. A Plataforma Virtual, dedicada à gestão do conhecimento e disseminação de boas práticas, vai oferecer a produtores, especialistas e representantes do mercado informações relevantes e sistematizadas em um único lugar. Já o Laboratório, cujas atividades terão início ainda em 2016, será responsável pelas análises físico-químicas que, entre outras metas, irão colaborar com a abertura de novos mercados e, também, com o processo de obtenção da Identificação Geográfica pelo cacau do Sul da Bahia.

O CIC – que marca o início das operações do Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia (PCTSul) – terá como efeito em curto prazo, portanto, a atuação conjunta em prol de uma agenda alinhada e aberta de inovações, capaz de responder com mérito à crescente demanda pelo cacau de qualidade.

Portfólio de Serviços

Cacau- Teste de qualidade

  • Teste de corte (cut test) / Segundo instrução normativa 38/2008
  • Teste de qualidade de fermentação

Cacau Chocolate e derivados- Sensorial

  • Análise Sensorial (Teste afetivo)/Teste de aceitação

Cacau Chocolate e derivados – Físico-química

  • Perfil de Ácidos Graxos (GC-FID) / Método de referência: IAL,056/IV, H&L LP22,8:475,1973;AOCS Ce1f-96,2001
  • Gordura Total (Termogravimetria) / Método de referência: AOAC 963.15
  • pH (Potenciometria) / Método de referência: Met. IAL, 4ªed. SP, 2005, item 017/IV
  • Acidez em solução Normal, para alimentos em geral (Titulometria) / Método de referência: Met. IAL, 4ªed. SP, 2005, item 016/IV

Cacau Chocolate e derivados- Microbiologia

  • Detecção de Salmonella em 25g (ELFA) / Método de referência: AFNOR 12/16-09/05, VIDAS
  • Contagem total de aeróbios mesófilos (E- téc de cultivo (meio não cromogênico) / Método de referência: CMMEF Chapter 7-Pour Plate
  • Detecção e enumeração de coliformes totais (E- téc de cultivo (tubo NMP) / Método de referência: CMMEF Chapter 9.7
  • Pesquisa de Coliformes termotolerantes em 1g (D- téc de cultivo (meio não cromogênico) / Método de referência: CMMEF Chapter 9.8
  • Contagem de bolores e leveduras (E- téc de cultivo (meio não cromogênico) / Método de referência: ISO 21527-2
  • Pesquisa de Staphylococcus coagulase positiva em 0,1g (D- téc de cultivo (meio não cromogênico) / Método de referência: ISO 6888-3
  • Contagem de Clostrídios sulfito redutores (E- téc de cultivo (meio não cromogênico) / Método de referência: ISO 15213

Cacau Chocolate e derivados- Vitaminas

  • Vitamina A (Retinol) (LC-DAD), Vitamina B1 – Tiamina (LC-FLD), Vitamina B2 – Riboflavina (LC-FLD), Vitamina B5 – Ácido Pantotênico (Nefelometria), Vitamina B6 – piridoxina (LC-FLD), Vitamina B8 – Biotina (Nefelometria), Vitamina B9 – Folato (Nefelometria), Vitamina B12 (Nefelometria), Vitamina C (LC-DAD), Vitamina D2 – Ergocalciferol (LC-DAD), Vitamina D3, colecalciferol (LC-DAD), Vitamina E (LC-FLD),

Cacau Chocolate e derivados- Metais Pesados

  • Cobre (Cu) – Total (ICP-MS)
  • Zinco (Zn) – Total (ICP-MS)
  • Cádmio (Cd) – Total (ICP-MS)

Cacau Chocolate e derivados- Micotoxinas

  • Aflatoxinas B1,B2, G1,G2 (HPLC) (LC-FLD) / Método de referência: POP-QM001
  • Ocratoxina A (HPLC) (LC-FLD) / Método de referência: POP-QM002

Cacau Chocolate e derivados – Dioxinas e furanos

  • Dioxinas e Furanos: PCDD/F – 17 congêneres (GC-HRMS) / Método de referência: EC Reg 589/2014 (food) and EC Reg 709/2014 (feed)