Evento de tecnologia em Ilhéus ‘NIBS’ contou com mais de 60 horas de palestras e conferências

Três dias de evento, mais de 60 horas de palestras, mesas, debates e conferências transmitidas direto da Califórnia, nos Estados Unidos, e cerca de 1200 visitas por dia. Esses são os números do evento Nave de Inovação Bahia Sustentável (NIBS), encerrado na última sexta-feira, dia 19, no Centro de Convenções de Ilhéus.

A iniciativa, pioneira na região, atraiu estudantes, profissionais de tecnologia da informação e comunicação, desenvolvedores, pequenos empresários e empreendedores do cacau e chocolate. “Foi o pontapé inicial pra um evento que tem tudo pra se espalhar pelo nosso estado levando inovação, tecnologia e, sobretudo, conhecimento produzido no interior”, avaliou Gabriel Siqueira, gestor de projetos do Instituto Nossa Ilhéus, co-criador do evento, e que, pela terceira vez consecutiva, promove o Google I/O Extended Ilhéus, desta vez, dentro do NIBS.

Nos três dias, o NIBS reuniu mais de trinta palestras que abordaram temas diversos, como os lançamentos de novos produtos do Google, o futuro dos negócios com a internet, a realidade do jornalismo frente às novas tecnologias, as inovações a serviço da cadeia do cacau e chocolate e os desafios para pequenos empresários empreenderem na grande rede.

Um dos alvos do evento, o público estudantil compareceu. Das palestras traduzidas em tempo real direto da Califórnia à sala de jogos, estiveram em todos os espaços. Para Camila Alves, estudante do curso técnico de informática do CeepAmev, “a oportunidade foi incrível, porque tivemos acesso a novos conhecimentos e sem precisar nem sair de nossa cidade”.

Chocotec

Espaço dedicado a grandes e pequenos produtores de cacau e chocolate, o Chocotec ocupou o último dia da grade do Nibs. A demanda foi tão grande, que a organização abriu sala adicional para receber os interessados em palestras sobre como a tecnologia pode auxiliar na expansão e aprimoramento dessa cadeia produtiva do sul da Bahia.

O consultor Ângelo Palocci apresentou a plataforma e-Agro, que faz o gerenciamento de todas as etapas da produção no campo. “Com ela, o produtor, grande ou pequeno, tem o controle sobre o que é gasto e o que é arrecadado na produção, o que permite, inclusive, identificar onde podem ser feitos cortes, gerando economia”, afirmou.

Agricultor e chocolateiro, Gerson Marques destacou que o cooperativismo tem jogado papel importante na retomada da produção regional e que o associativismo permite, entre outras coisas, somar esforços para que mais produtores tenham acesso a tecnologias que o auxiliem na produção.

O Nave de Inovação Bahia Sustentável (Nibs) teve apoio do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI); da Bahiathursa; e do Sebrae. Tem como parceiros o Instituto Nossa Ilhéus (INI), a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), o Costa do Cacau Convention Bureau, a Prefeitura de Ilhéus, a Associação de Turismo de Ilhéus e a Localdata Web e organização da MVU Promoções e Eventos.

Fotos: Acervo NIBS 2017

Fonte: Assessoria de imprensa do NIBS 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.